Bote Fé Natal altera o trânsito e transporte na região Sul

O evento Bote Fé Natal, que será realizado neste sábado (22), vai alterar o trânsito e transporte na região Sul. As avenidas Praia de Genipabu, Praia de Ponta Negra e Eng. Roberto Freire sofrerão intervenções durante a realização do evento segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

Às 15h, inicia-se a concentração do evento na Av. Praia de Ponta Negra. Já a partir das 17h, o trio sai pela Av. Eng. Roberto Freire em direção à Praça da Árvore de Mirassol.

As linhas 26 (Soledade I/Ponta Negra, via Av. Bernardo Vieira), 46 (Ponta Negra/Ribeira, via Praça), 54 (Rocas/Ponta Negra, via Alecrim), 66 (Ponta Negra/Cidade da Esperança, via Bom Pastor), 73 (Santarém/Ponta Negra, via Av. Bernardo Vieira) e 83 (Felipe Camarão/Ponta Negra, via Cidade Satélite/Pirangi) vão realizar desvios pela Rua Ismael Pereira da Silva durante o evento.

2º Virada Carnatal acontece neste fim de semana

Até o próximo domingo (23), os foliões poderão comprar seus abadás com preço e prazo congelados em condição de segundo lote. A virada acontecerá na Central do Carnatal, no Natal Shopping.

Para animar a “Festa da Virada”, neste domingo (23), a banda Trio Metal tocará seus sucessos, a partir das 19h, deixando todos já em clima de festa. Além disso, enquanto a banda estiver tocando terá rodadas de Skol para os que estiverem presentes.

Os abadás podem ser comprados pelo site* www.ingressorápido.com.br ou na Central do Carnatal, no Natal Shopping. *Na venda online é cobrada taxa de conveniência.

 

VALORES ATÉ PRÓXIMO DOMINGO (23) 

Me Abraça (Durval Lelys)
Sexta – R$210,00
Sábado – R$210,00
Temporada (Sexta/Sábado) – R$370,00
Vumbora?! (Bell Marques)
Quinta – R$210,00
Sexta – R$220,00
Sábado – ESGOTADO

Largadinho (Claudia Leitte)
Sexta – R$195,00

Coruja (Ivete Sangalo)
Domingo – R$220,00

Vai Safadão (Wesley Safadão)
Domingo – R$230,00

Bicho (Ricardo Chaves)
Sábado – R$180,00
Domingo – R$170,00
Temporada (Sábado/Domingo) – R$300,00
VemComJonas (Jonas Esticado)
Quinta – R$100,00

Ôbaiuno (Saulo)
Sábado – R$185,00

Swingaê (Léo Santana)
Sexta – R$110,00

Meu e Seu (Xanddy do Harmonia)
Domingo – R$110,00

2_virada_carnatal
Imagem: Reprodução/Carnatal

 

Sesc realiza mamografias gratuitas no Outubro Rosa

A unidade móvel Sesc Saúde Mulher oferece mamografias gratuitamente até o dia 31/10 (exceto fins de semana), no Sesc Zona Norte. O atendimento é das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para ser atendida, a mulher precisa estar munida de documentos de identidade (RG e CPF), cartão SUS e comprovante de residência. Para mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos, não é preciso prescrição médica; para as demais, é solicitado encaminhamento médico. A expectativa é de que sejam realizados 304 exames durante o período.

A unidade conta com uma equipe formada por enfermeira, orientadora em saúde, técnicas de radiologia, artífice e médico. A estrutura é equipada com consultório médico, sala de mamografia (com um dos poucos mamógrafos digitais existentes no RN e proteção radiológica), banheiro, sala de atendimento e área externa para orientações sobre saúde.

sec-rn
Reprodução: sescrn

“Natural”, diz Henrique Alves sobre processo para o RN

Do ex-deputado Henrique Alves (PMDB) sobre a decisão do STF de enviar para a justiça potiguar processo em que ele e o também ex-deputado Eduardo Cunha são investigados. Eis a nota:

Henrique Eduardo Alves encara de forma natural o encaminhamento do processo para a Justiça Federal do Rio Grande do Norte pelo fato de não se tratar de Operação Lava-Jato. Vale ressaltar que o inquérito se inicia para investigação apenas agora.

Henrique Alves reafirma com veemência que todos os recursos recebidos nas campanhas do PMDB/RN foram oficiais, devidamente registrados e as prestações de contas estão disponíveis no Tribunal Superior Eleitoral, como determina a lei. Por último, ele destaca que está à disposição da Justiça, confiante que as ilações envolvendo o seu nome serão cabalmente esclarecidas.

“Muito trabalho”, diz Rosalba sobre perspectivas de sua nova gestão em Mossoró

A prefeita eleita de Mossoró Rosalba Ciarlini, para 2017, recebeu recentemente o jornalista Heitor Gregório, no qual falou sobre política e, claro, sobre Mossoró.

Em resposta a pergunta o que esperar da nova gestão, Rosalba respondeu “Muito trabalho, mas com mais experiência”. Ela disse, na entrevista, que a população aprovou a aliança com a prima Sandra Rosado, que foi eleita para vereadora, na última eleição.

Declarou, também, que não guarda mágoas do ex-aliado e que vai procurar o parlamentar para tentar recursos em Brasília e não descarta apoiá-lo em 2018.

Sobre a gestão de Robinson disse que “Não está bem e passa por muitas dificuldades”. Durante a entrevista, Rosalba desconheceu o apoio do atual governador. “O partido dele tinha um candidato”, explicou sobre declaração de Robinson que falou que tinha apoiado a sua candidatura.
A entrevista completa está no Blog Heitor Gregório

Deputado federal Vicentinho envia recursos para Acari e Currais Novos

Mesmo sendo deputado federal por São Paulo, o seridoense Vicente Paulo da Silva (PT) beneficiou duas cidades do RN com emendas individuais. Vicente é deputado federal por São Paulo, e é natural do Seridó.

Os recursos beneficiarão as cidades de Acari e Currais Novos.

Currais Novos receberá 200 mil reais para a área de saúde e Acari receberá 270 mil para a conclusão da pista de caminhada para o Açude Gargalheiras.

Justiça do RN receberá do STF inquérito sobre Cunha e Henrique Alves

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou, nesta quinta-feira (20), o envio de inquérito aberto contra o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e do empresário José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, da OAS, para o Rio Grande do Norte (RN). Os documentos foram remetidos nesta quinta-feira (20) ao RN.

As informações foram enviadas em razão da cassação de Eduardo Cunha, que, com isso, perdeu o foro privilegiado, e porque as suspeitas apontadas na apuração ocorreram naquele estado.

Eduardo Cunha e Henrique Alves são investigados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O ministro do Turismo, Henrique Alves (dir), ao lado do atual presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (esq) (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)
O ministro do Turismo, Henrique Alves (dir), ao lado do atual presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (esq) (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)

Com informações do G1

Na 1ª redução em quatro anos, Copom baixa juros para 14% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu baixar os juros básicos da economia de 14,25% para 14% ao ano, um corte de 0,25 ponto percentual. A redução, a primeira da taxa Selic em quatro anos, foi anunciada pelo Banco Central no início da noite desta quarta-feira (19).

O corte dos juros já era esperado pelo mercado. Analistas, porém, estavam divididos quanto à intensidade: redução de 0,25 ou de 0,5 ponto percentual. Economistas avaliam que a decisão pode ajudar a economia brasileira, em crise, a se recuperar.

Em comunicado, o Banco Central informou entender que a convergência da inflação para a meta central de 4,5%, fixada para 2017 e 2018, é compatível com uma política de corte de juros “moderada e gradual”.

“O Comitê avaliará o ritmo e a magnitude da flexibilização monetária ao longo do tempo, de modo a garantir a convergência da inflação para a meta de 4,5%”, diz a nota.

 

Do G1

Natal ocupa a quinta posição no ranking nacional de endividamento

Natal/RN apresentou a maior proporção de famílias endividadas (76%) no período, ocupando a quinta colocação entre todas as capitais do Brasil. A análise contempla dados de 2013 ao primeiro semestre de 2016 com base em informações do Banco Central do Brasil, do IBGE e da CNC.

Em junho deste ano, a média nacional de renda mensal comprometida com dívida foi de 31%.  Natal ficou acima da média nacional com 36%.

Ainda em junho de 2016, cinco capitais da região Nordeste figuraram entre as cinco menores médias mensais de dívida por família: João Pessoa/PB (R$ 612), Maceió/AL (R$ 747), Aracaju/SE (R$ 784), Fortaleza/CE (R$ 992) e São Luís/MA (R$ 1.056). Já Teresina/PI (R$ 1.736), Natal/RN (R$ 1.462), Recife/PE (R$ 1.333) e Salvador/BA (R$ 1.058) apresentaram as maiores médias da região. Vale ressaltar que a média nacional mensal de dívida por família foi de R$ 1.569.

Com relação ao porcentual de famílias com dívidas em atraso, o destaque foi São Luís/MA, que apresentou elevação de 5 pontos porcentuais ao passar de 28% em dezembro de 2015 para 33% em junho de 2016. Outras três capitais nordestinas também apresentaram elevadas taxas de dívidas em atraso, acima da média nacional (23%): Maceió/AL (31%), Recife/PE (31%) e Natal/RN (27%).

Natal está entre as cidades com a população mais endividada. Foto: Reprodução
Natal está entre as cidades com a população mais endividada. Foto: Reprodução

Região Nordeste (Junho de 2016)

1 – Número de famílias endividadas (porcentual)
Natal/RN – 196.496 (76%)
Recife/PE – 354.709 (70%)
João Pessoa/PB – 168.984 (70%)
São Luís/MA – 207.998 (70%)
Aracaju/SE – 129.654 (68%)
Fortaleza/CE – 484.723 (64%)
Maceió/AL – 177.850 (59%)
Teresina/PI – 123.822 (53%)
Salvador/BA – 491.053 (52%)

2 – Parcela da renda mensal comprometida com dívidas
Teresina/PI – 41%
Natal/RN – 36%
Salvador/BA – 31%
São Luís/MA – 29%
Fortaleza/CE – 28%
Maceió/AL – 27%
Recife/PE – 23%
Aracaju/SE – 14%
João Pessoa/PB – 13%

3 – Valor médio de dívida por família
Teresina/PI – R$ 1.736
Natal/RN – R$ 1.462
Recife/PE – R$ 1.333
Salvador/BA – R$ 1.058
São Luís/MA – R$ 1.056
Fortaleza/CE – R$ 992
Aracaju/SE – R$ 784
Maceió/AL – R$ 747
João Pessoa/PB – R$ 612

 

Com informações adaptadas do Fecomércio SP

TJRN aceita denúncia contra prefeito de Mossoró

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) recebeu nesta quarta-feira (19) uma denúncia movida contra o prefeito de Mossoró, Francisco José Lima Silveira Júnior (PSD).

Segundo a denúncia, há um suposto desvio superior a R$ 75 mil, em recursos da Câmara Municipal de Mossoró, quando ainda exercia mandato como vereador no município do Oeste potiguar, além da acusação de que teria praticado a conduta prevista no dispositivo legal 23 vezes.

A denúncia recebida terá o objetivo de apurar se, de fato, os cheques chegaram a ser depositados diretamente na conta do parlamentar, atualmente prefeito. O órgão argumenta que alguns montantes teriam sido depositados em duplicidade.

Francisco Silveira Júnior. Foto: Reprodução
Francisco Silveira Júnior. Foto: Reprodução

Eduardo Cunha é preso indeterminadamente por sentença do Juiz Sérgio Moro

Nesta quarta-feira (19), em Brasília, por decisão do juiz Sérgio Moro, o ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso nesta quarta-feira (19). Prisão é por tempo indeterminado e referente a processo por propina.

Cunha foi levado em avião da Polícia Federal (PF) para Curitiba. O despacho que determinou a prisão autorizava a PF a entrar na casa de Cunha.

Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro.

No despacho que determinou a prisão, Moro diz que o poder de Cunha para obstruir a Lava Jato “não se esvaziou”. Ele é responsável pelas ações da operação Lava Jato na 1ª instância.

Após desembarcar, o ex-presidente da Câmara dos Deputados foi levado à carceragem da própria PF, na capital paranaense. Ele está preso em uma cela isolada.

Na avaliação do Ministério Público Federal (MPF), que fez o pedido de prisão, em liberdade, Cunha representa risco à instrução do processo e à ordem pública. Já Moro diz que “Embora a perda do mandato represente provavelmente alguma perda do poder de obstrução, esse não foi totalmente esvaziado, desconhecendo-se até o momento a total extensão das atividades criminais do ex-parlamentar e a sua rede de influência”.

 

Atitudes de Cunha para atrapalhar a Lava Jato, segundo o MPF:
– Requerimentos no TCU e à Câmara sobre a empresa Mitsui para forçar o lobista Julio Camargo a pagar propina;
– Requerimentos contra o grupo Schahin, cujos acionistas se tratavam de inimigos pessoais do ex-deputado e do seu operador, Lucio Bolonha Funaro;
– Convocação pela CPI da Petrobras da advogada Beatriz Catta Preta, que atuou como defensora do lobista Julio Camargo, responsável pelo depoimento que acusou Cunha de ter recebido propina da Petrobras;
– Contratação da KROLL pela CPI da Petrobras para tentar tirar a credibilidade de colaboradores da Operação Lava Jato;
– Pedido de quebra de sigilo de parentes de Alberto Youssef, o primeiro colaborador a delatar Eduardo Cunha;
– Apresentação de projeto de lei que prevê que colaboradores não podem corrigir seus depoimentos, como fez o lobista Julio Camargo, ao delatar Eduardo Cunha (refere-se ao projeto de lei de autoria do deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), um dos membros da tropa de choque que o ex-deputado federal Eduardo Cunha liderava);
– Demissão do servidor de informática da Câmara que forneceu provas que evidenciaram que os requerimentos para pressionar a empresa Mitsui foram elaborados por Cunha, e não pela então deputada “laranja” Solange Almeida;
– Suspeita do recebimento de vantagem indevida por emendas para bancos e empreiteiras;
– Manobras junto a aliados no Conselho de Ética para enterrar o processo que pede a cassação do deputado;
– Ameaças relatadas pelo ex-relator do Conselho de Ética, Fausto Pinato (PRB-SP);
– Relato de oferta de propina a Pinatto, ex-relator do processo de Cunha no Conselho de Ética.

 

Íntegra da nota de Cunha sobre a prisão:
“Trata-se de uma decisão absurda, sem nenhuma motivação e utilizando-se dos argumentos de uma ação cautelar extinta pelo Supremo Tribunal Federal. A referida ação cautelar do Supremo, que pedia minha prisão preventiva, foi extinta e o juiz, nos fundamentos da decretação de prisão, utiliza os fundamentos dessa ação cautelar, bem como de fatos atinentes à outros inquéritos que não estão sob sua jurisdição, não sendo ele juiz competente para deliberar. Meus advogados tomarão as medidas cabíveis para enfrentar essa absurda decisão.”

Eduardo Cunha, em foto de julho de 2015; ex-presidente da Câmara foi preso pela Lava Jato nesta quarta-feira  (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)
Eduardo Cunha, em foto de julho de 2015; ex-presidente da Câmara foi preso pela Lava Jato nesta quarta-feira (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Após eleição, Prefeitura do Natal volta a multar motoristas do UBER

Motoristas do aplicativo Uber voltaram a ter seus veículos multados nesta segunda-feira (17), em Natal. Em agosto, a Prefeitura do Natal havia suspendido a aplicação de multas para os motoristas do serviço.

A Secretaria de Trânsito Municipal afirmou que vai continuar com a fiscalização.

 

MP vai abrir ação contra Prefeitura do Natal

O MP vai abrir uma Ação Civil Pública contra a Prefeitura da capital potiguar depois que o poder Executivo voltou a fiscalizar e multar os motoristas que transportam passageiros por meio do aplicativo Uber. A prefeitura quebrou o acordo firmado com a própria promotoria em agosto.

Uber em Natal volta a ter restrições pela Prefeitura do Natal
Uber em Natal volta a ter restrições pela Prefeitura do Natal. Foto: Reprodução/G1RN

1 171 172 173 174