Daily Archive Janeiro 29, 2018

RN tem fim de semana mais violento da história

O Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa crimes contra a vida – registrou que o último fim de semana foi violento no Rio Grande do Norte, chegando a 33 pessoas assassinadas. A secretaria de Segurança do RN, no entanto, confirmou 32 casos.

Este fim de semana registrou o mesmo número de mortes dos finais de semana que mais registraram homicídios na história do RN.

Dados do OBVIO mostram que 190 pessoas já foram assassinadas em todo o Rio Grande do Norte, o que representa uma média de 7 mortes por dia.

Em passeio de lancha, deputada questiona “quem tem direito” de mover ação trabalhista

Cristiane Brasil foi anunciada em 3 de janeiro à nova ministra do governo Temer. Cuidaria da pasta que trata dos direitos e interesses do trabalhador. Acontece que a parlamentar tem nas costas nada menos que dois processos por dívidas trabalhistas.

Estimulada por um dos amigos, ela garante que não sabia ter errado nas relações contratuais questionadas pelos ex-funcionários. “Eu juro pra vocês, eu juro pra vocês, que eu não achava que eu tinha nada pra dever pra essas duas pessoas que entraram contra mim. E eu vou provar isso, em breve”, diz ela na gravação.

Cristiane então é apoiada por dois dos quatro homens que estavam com ela, e que saem em sua defesa. “Eu tô com você, doutora”, diz o que segura a câmera. E o outro completa. “Eu posso dar uma declaração aqui: nós vivemos isso como empresário. Ação trabalhista toda hora a gente tem”. O primeiro então emenda. “Todo mundo pode ter. Eu tenho, ele tem, qualquer um pode ter.”

Ao finalizar o vídeo, a deputada, então, levanta um novo questionamento. “Eu só quero saber o seguinte: quem que pode passar na cabeça das pessoas que entram contra a gente em ações trabalhistas?”

Governo do RN não cumpre acordo dentro do prazo com policiais e bombeiros

Após quase 20 dias do Termo de Compromisso e Acordo Judicial firmado entre o Governo do RN e os representantes das associações dos militares estaduais, cinco dos pontos listados no documento não foram cumpridos pelo Governo.

 

Os pontos não cumpridos:

– Exigência da execução integral do contrato de locação de viaturas utilizadas no Corpo de Bombeiros do RN e na Polícia Militar do RN, principalmente no tocante à manutenção dos veículos – deveria ter sido efetivado de imediato após o Acordo;

– Efetivação das datas de promoção – prazo vencido em 12 de janeiro;

-Envio da Lei Orgânica Básica, Código de Ética e Estatuto da PMRN à Assembleia Legislativa do RN para votação – deveriam ter sido enviadas até o dia 25 de janeiro;

– Melhoria do Centro Integrado de Apoio Social ao Policial (CIASP) – não teve nenhuma ação neste sentido desde o Acordo;

– Mudança na escala de guaritas dos presídios, se adequando à legislação castrense em vigor (repousar quatro horas a cada duas horas trabalhadas) – deveria ter sido cumprido de imediato.